Curta-SE 16 premia vencedores em sua última noite

IMG_3296

Na noite deste sábado, 17, público e realizadores puderam conhecer os vencedores das categorias da 16ª edição do Festival Iberoamericano de Cinema de Sergipe, o Curta-SE. O Festival teve início no dia 12 e chegou no auge na noite do sábado, 17.

Os curtas foram avaliados por júri popular e oficial.

Melhor Curta Sergipanojúri Oficial

O doce exílio- A breve passagem de Jorge Amado por estância – Dir Sérgio Borges. Aracaju/SE

Justificativa júri:

Ao nos apresentar a temática local, da passagem Jorge Amado,   por Sergipe, o filme ultrapassa seu caráter de crônica regional e se universaliza, através de episódio pouco conhecido de sua história. O escritor, escolheu Estância como seu país e revelou esse sentimento em suas obras: em especial, Gabriela, Cravo e Canela e Tereza Batista, Cansada de Guerra.

Amilton Pinheiro   – Critico cinematográfico  ABRACCINE – SP

Ariane Porto- cineasta – SP

Emília Silveira – cineasta – RJ

Cláudia Wanderley  – Professora de Filosofia – Unicamp -SP

Troféu Ver ou Não Ver  + Priemio Naymar/CiaRio  R$ 7.000 em serviços de iluminação e maquinaria

 

Melhor Direção – Curta sergipano –  júri oficial

Moema Pascoini – Super frete,super 8. Aracaju/SE

Troféu Ver ou Não Ver

Melhor Fotografia– Curta sergipano – júri oficial

Erna Barros e Fábio São José – O passe. Aracaju/SE

Troféu Ver ou Não Ver

 

Júri Popular

Melhor Curta Sergipano – 1° lugar júri popular

A cura – Dir. Fred Massa. Aracaju/SE

Troféu Ver ou Não Ver

Melhor Curta Sergipano – 2° lugar júri popular

O passe – Dir. Era Barros. Aracaju/SE

Troféu Ver ou Não Ver

Melhor Curta Sergipano – 3° lugar júri popular

O doce exílio- A breve passagem de Jorge Amado por estância – Dir Sérgio Borges. Aracaju/SE

Troféu Ver ou Não Ver

 

Erna Barros ganhou dois prêmios, um pelo júri oficial e outro pelo popular, e gostou dessa interação. “Estou muito satisfeita. Fico feliz pelo reconhecimento. Ganhar com o júri popular mostra como o público se identificou com o conteúdo e isso é muito bom”, salientou.

IMG_3224

Para a diretora executiva, Rosângela Rocha, o salto do Festival foi muito bom, mas espera uma maior participação do realizador sergipano na próxima edição. “Com todas as dificuldades realizamos mais uma edição do Festival. Estou muito feliz como tudo aconteceu, sabemos que a mudança de hábito se dá num processo lento e que ele possa fortalecer ainda mais a formação desse público, salientou.

 

Curta-SE 16

O Festival aconteceu entre os dias 12 e 17 de setembro, no Cinema Vitória. Este ano, foram mais de 60 produções cinematográficas exibidas gratuitamente ao público sergipano neste período. Continuará totalizando 105 filmes a serem exibidos a partir de 13 de Outubro, até dezembro.

Com a temática “Lugar de Mulher é no Cinema”, o Curta-SE 16 trouxe à ótica o empoderamento feminino mostrando a inclusão da mulher no cenário audiovisual, seja na frente ou por trás das câmeras. Diante disso, o Festival escolheu filmes dirigidos apenas por mulheres para serem exibidos na Mostra Competitiva de Longas e promoveu uma Roda de Conversa para debater o tema “Existe um cinema feminino?”.

 

Apoio

Através da Lei de incentivo à Cultura, o festival tem o apoio da Revista Preview, Cia Rio, Pontão de Cultura Digital Avenida Brasil, NET, Festival de Avanca – PT, Fest’Afilm – FR, Tag.i ; e apoio cultural do Cinema Vitória, Secult SE através do FUNCART. A realização é da Casa Curta-Se, AVBR Produções e Ministério da Cultura / Governo Federal.

 

Por Demétrius Oliveira

Fotos: Sóstina Silva

Share Button

Comentários

scroll to top