20 de Novembro…

Curta-SE exibe filme “Ar Condicionado” no Dia da Consciência Negra

 A primeira etapa do evento, que encerra nesta sexta-feira (20), acontece no drive-in Museu da Gente Sergipana, em Aracaju.

A 20ª edição do Festival Iberoamericano de Cinema de Sergipe (Curta-SE) “Eu não sou um Robot” celebra o Dia da Consciência Negra com o filme Ar Condicionado. A primeira etapa do evento, que encerra nesta sexta-feira (20), acontece no drive-in Museu da Gente Sergipana, em Aracaju. O projeto é realizado pela AVBR Produções com patrocínio do Sebrae, contemplado através do edital de Economia Criativa do Sebrae SE. 

O filme conta que ares condicionados começam misteriosamente a cair dos apartamentos na cidade de Luanda, na Angola. Então Matacedo e Zezinha, um guarda e uma empregada doméstica, têm a missão de recuperar o aparelho de seu chefe furioso ao final do dia. Isso os leva a uma loja, que está montando em segredo uma complexa máquina de recuperar memórias. Entre mistério e realidade, “Ar Condicionado” mostra uma crítica sobre classes sociais. O drama tem 72 min e a classificação indicativa é de 10 anos.

Ver crítica do filme ( por Marcelo Muller) https://www.papodecinema.com.br/filmes/ar-condicionado/

Nesta sexta, a mostra inicia às 18h. Os ingressos custam R$ 10 por carro, com até quatro ocupantes. Os tickets para cada sessão podem ser adquiridos, exclusivamente, através do Sympla (sympla.com.br). O evento adotará todas as medidas de prevenção ao novo coronavírus, como aferição de temperatura e álcool em gel na entrada. O uso de máscara é obrigatório, mesmo para os ocupantes dos carros.

No mês de dezembro, de 14 a 18, os amantes do audiovisual podem se inscrever no curso presencial “Escrita de Séries para TV”, com o roteirista João Ademir, do Rio de Janeiro, através do link: https://www.encurtador.com.br/owbnw.

O Curta-SE conta com apoio do Cine Vitória, Instituto Banese, Museu da Gente Sergipana, Mostra de Cinema Infantil, Avanca 2020 e Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis. Outras ações aguardam a aprovação do edital da Fundação de Cultura e Arte Aperipê de Sergipe (Funcap), através da Lei Aldir Blanc.